Circular Pocket

Protetoras independentes pela causa animal

27/07/2017 | Texto: Daniela Gianinni

Segundo a Organização Mundial de Saúde, só no Brasil existem mais de 30 milhões de animais abandonados. E apesar do abandono ser um problema permanente, o número de casos aumenta - e muito! - entre os meses de novembro e março, quando muita gente sai de férias e, sem ter onde deixar os animais, simplesmente os abandona.



A falta de políticas públicas para ajudar os animais nessas situações, faz com que a maior esperança dos bichinhos ainda esteja no trabalho voluntário de grupos e ONGs (Organizações Não Governamentais) que se dedicam à causa. Em Maringá, eles são os maiores responsáveis por resgatar, proteger, abrigar e devolver a dignidade de cães e gatos vítimas de abandono ou maus-tratos.



A Circular Pocket conversou com algumas voluntárias da ONG Dignidade Animal - grupo formado por cerca de 15 mulheres que, desde meados de 2008, arrumam tempo em suas rotinas para cuidar dos mais de 300 cachorros que vivem no abrigo da entidade. Montado em um espaço emprestado por um empresário da cidade, o abrigo não conta com nenhum tipo de financiamento e é totalmente mantido por doações e pelo trabalho de protetoras, que não ganham nada além do amor dos animais resgatados.





Para se tornar um voluntário ou fazer doações, entre em contato com a Dignidade Animal pelo facebook ou pelo site da ONG.



Produção: Daniela Giannini e Karen Gomes
Imagens: Renato Domingos
Edição: Felipe Halison



Apoio Cultural: Vaca Louca Café Vegetariano e Atari Bar



 


GOSTOU? AQUI TEM MAIS!